terça-feira, 7 de dezembro de 2010

PARABENS PARA NÓS!!!


No século passado, com alguns anos de diferença, mas no mesmissimo dia 8 de Dezembro, nasceram primeiro um menino loirinho de olhinhos verdes e...quando ele celebrava o seu 12º aniversário, nasceu uma menina, muito branquinha de olhinhos castanhos e já a "refilar" !!!!

Anos mais tarde, ele homem feito, ela vinda de um colégio interno com 18 aninhos , envergonhadita... e receosa, conheceram-se no Banco onde ambos trabalharam!

Não, não foi amor á primeira vista!
A miúda com os conhecimentos adquiridos no emprego, já não era envergonhadita e pasme-se, já falava pelos "sete cotovelos"!!!

E sabem uma coisa só sabia dizer mal do "senhor"... não imaginam os defeitos que lhe punha,chamava-lhe careca... e o mal que dele dizia em conversa com os colegas! Era risota pegada, Ai se era!

Até que um colega, perspicaz,um dia disse-lhe: " sabes quem desdenha quer comprar" tu estás apaixonada por ele!!!

A menina na altura já com 21 anos, corou e disse IMPOSSIVÉL- Detesto-o!!!!!

Para não fazer testamento, só digo que hoje se comemora também mais uma data...faz 43 anos que a menina foi pedida em casamento, ficou noiva, como se usava na altura,de quem tanto mal tinha dito!!!

Em Março do ano seguinte, branca e radiante subia a nave da igreja para ir dar o sim ao seu adorado "velho"!!!

E assim os anos têm passado com altos e baixos, mas tudo faz parte da vida e podem ter a certeza que a menina em questão se tivesse de repetir, fá-lo-ia igualzinho...é MUITO FELIZ COM O SEU VELHO!!!

"Tempestades" tiveram tantas, e ambos gostavam de ter pelo menos outras tantas como tiveram até agora...mas contabilizando tem valido a pena a passagem em conjunto pela vida! São muito felizes com a familia que construiram e a menina "faladeira" é hoje uma avó babada na companhia do seu "velho!

Por isso, eu, menina, quero hoje dar os parabens ao meu querido "velho" desejar-lhe que tenhamos ainda muitos anos para vivermos sempre juntinhos ( mesmo comigo a refilar...ele já nem liga..habituou-se...) e acompanharmos assim a felicidade dos nossos filhos e netos!

Para ti meu "Velho" vai o meu muito obrigada por tudo o que sempre foste para mim, e um carinhoso e terno beijinho da tua eterna menina que muito te ama!
MENINA




40 comentários:

rosa-branca disse...

Bem meus meninos...isso não se faz!...engoli em seco só para não chorar... Parabéns meus queridos com muita saúde, paz e muito amor para todos. Que a vida lhes dê o eterno de felicidade. Beijos com muito carinho

AnaIsa disse...

Muitos parabens!!! Que historia linda... e uma historia destas tem tudo a ver com a Cassilda!
Adorei a sua homenagem ao "seu velhinho"...
Bjinhos
AnaIsa

Diana disse...

Muitos Parabéns aos dois:)
Desejo-vos tudo de bom, que a vida vos continue a sorrir seeeempre.
Adorei a linda história:)
Beijinhos graaaaaandes

AMO ARTESANATO disse...

Não, não saio daqui sem um pedaço de bolo e uma taça de champagne (francesa) não, quer dizer portuguesa rsrsrsrs.
Parabéns minha linda e abençoada amiga, sei que é seu aniversário, e como és diferente, tinha que arrumar um noivo que fizesse aniversário junto. Parabéns para o Antonio também, enfim parabéns para toda familia.
É realmente uma benção ter uma familia dessas, nos tempos de hoje.
Que Deus lhes de muita saude e paz para ver seus netos crescerem e também se multiplicarem com esse mesmo amor que une você Cassilda e Antonio, e que continuemos nossos laços de amizade por muito mais tempo também.

Um grande e eterno abraço ao casal.

Maria Helena

Nilda Biagio disse...

Olá Cassilda
Linda história a de vcs!!
Parabéns aos dois e continuem sendo muito felizes!!!
Bj
Nilda

Caixinha de Surpresas disse...

Vóvó Cassilda,
depois de ler este lindo texto nem sei o que dizer (já sequei as lágrimas)... MUITOS PARABÉNS!!! para ambos... pois é mesmo uma "Cassildade" ter encontrado o amor da sua vida que faz anos no mesmo dia que você... isso é que vai ser comemorar!!!
Muitas felicidades, saúde e que o vosso amor continue eterno...

Beijinhos enormes

Orlanda

Faniquito disse...

Oii, minha linda priminha !!!

140 anos não é para qualquer !!! hehehe E sabe de uma coisa: que venham mais 140 pela frente e vcs sempe juntinhos com muita saúde e felicidade !!!

Amei o post - para não variar. hehehe Bela história e com um baita final.

Muitos beijinhos...para o meu priminho tb, é claro.:)

Ana

Cidinha disse...

Você, querida amiga, me emociona profundamente. Parabéns aos dois, e que juntos possam celebrar a vida e o amor. Um livro escrito com tantas folhas, repleta de carinho, amor, e coragem, só pode mesmo ser uma obra divina.

beijos aos dois
Cidinha

Sonhos de Crochê disse...

Oi Cassilda
Parabéns para você e seu amado¨velho¨que continuem a dar exemplo de vida e que seja um espelho para os filhos e amigos .
PARABÈNS...
Mary Nilva

olharbiju disse...

Amiga, li...ri...mas tive vontade de chorar.É uma linda história de amor e culplicidade
Só te consigo dizer:
PARABÉNS aos dois. A ti por fazeres anos e a ambos por ser aniversário a dobrar.
Costruiram uma bela familia (agora tou mesmo a chorar), que eu desejo de todo o coração as MAIORES FELICIDADES DO MUNDO.
Obrigada por seres minha amiga.
Parabéns pl'os teus aninhos
Bjnhosssssssss
alice

Maria Cusca disse...

Adorei a história e a maneira como foi contada...LINDA!...
Parabéns ao ditoso casalinho e que venham muitos mais anos, para festejarmos todos.
Muitos...Muitos Parabéns amiga!
Para ti e para o teu Velho, que Deus vos dê tudo de bom!
Jinhos grandes.

Maria Tavares disse...

Olá Cassilda

muitos parabéns ao seu "Velho" e espero que tenham pelo menos mais 43 anos de felicidade.

Beijinhos
Maria Tavares

marinaebrunaartes disse...

oLA!!!
Linda a vossa historia de amor!
Parabens a mabos e que sejam muito felizes!
bjs

Guida Machado disse...

Cassilda,
Que história tão linda! Muitos parabéns e que venham muitos mais anos cheios de Felicidades e muita saúde.
Beijinhos,
Guida

Tete Fontes disse...

OI Cassilda!
Parabéns pra você e também pro seu Antonio! Que Deus vos abençoe e vos façam cada vez mais felizes!
Beijos
Tete

Solange Belém disse...

Querida vovó Cassilda, me encantei com vosso relato. Que lindo!
Que Deus continue abençoando e coroando o casamento de vocês com muitas felicidades.
Um abraço e longevidade ao bonito casal, hoje e sempre.
Beijos

Sol

Juca disse...

:) PARABÉNS Cassilda e "Velho" ;)

Espero que possam festejar por muitos mais sempre com a mesma felicidade!

Beijinhos

Cor de Mel disse...

Olá minha querida Cassilda,
Vá lá que este ano só cheguei um dia atrasada...
Um grande beijinho de parabéns para si e para o seu maridão e que comemorem muitos e muitos mais e sempre bem juntinhos e felizes!!
Beijinhos grandes da neta desnaturada mas que gosta muito de si,
Lia.

Light Trigger disse...

Ohhhhh, realmente linda estoria!
Parabéns que vc vivam mais ns 500 anos (rs) cheios de amor..

Adoramos o seu blog e ja estamos seguindo para acompanhar tds as novidades..

Que tal fazer uma visitinha ao nosso blog tb?

http://lighttrigger.blogspot.com/

Será um prazer se vc quiser fazer parte dele!

:-*

Mary disse...

Olá Cassilda..
Bom o que eu posso dizer a tão belo testamento de amor..!!!Só dar os meus parabéns aos vossos aniversários...e que essa alegria, amor e felicidade perdure por longos anos!!
Beijinhos com carinho...

Raquel disse...

Parabéns
História linda

☼Carolina Artesanías☼ disse...

hola, felicidades
te mado un abrazo
y te deseo felíz fin de semana
c@

ANA LÚCIA disse...

Gostei muito das caixaihas. Já fiz algumas com o tema borboletas e também ficaram bonitas.
Abçs,
Ana

ANA LÚCIA disse...

Amiga, favor não considerar o comentário anterior, é que meu computador travou nos comentários de dois blogs e quando destravou aceitou o comentário do outro blog no seu. Coitado tá doidão!... O que quero comentar é o texto lindo em homengem a união de um casal "lindo". Parabéns e continuem assim felizes e que Deus continue iluminando o caminho de vocês.
Abçs,
Ana

Nile e Richard disse...

Oi Cassilda.
Estou encantada com a sua linda história de amor.
Parabéns e que o amor,felicidade perdure sempre.
Bom fim de semana para voces.
bjtos.Nile.

Duda disse...

Olá

Muitos parabéns e que venham muitos mais anos tão felizes como estes.

Boa semana

Bjinhos

Mary disse...

Ola Cassilda,
passei para deixar um bjinho, e agradecer a visita e comentário...
Boa semana

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

OLá Querida Cassilda
Ai Amiga, que lindo!!! Até fiquei emocionada, quem me dera fazer 43 anos de casada, pois é memoravel, sem dúvida alguma.
desejo que continuem assim tão felizes na companhia da bonita familia que criaram.
Beijocas ENORMES
Ana zuzarte

APO (Bem-Trapilho) disse...

Muitos parabens!!! Que casalinho maravilhoso! Já conhecia a historinha do outro ano, mas adoro lê-la semrpe, pois é uma história muito bonita e contada por ti ainda fica mais especial, pelo carinho que lhe empregas.
Que tenham sempre muita saúde, que continuem juntos para toda a eternidade, com muita felicidade.
bem, e isto é uma visita multi funções, porque vou aproveitar para deixar outra mensagem. ando tão ocupada que mal tenho tempo para blogar. De modo que, caso já não consiga cá voltar antes do Natal, quero desejar-te umas festas muito felizes, com muito amor e saúde.
Mil bjos ***

GRAÇA disse...

Tens selinho para vovó
Beijinhos
Graça

M. Céu Fernandes disse...

Olá minha querida amiga!
Que romântico!
Muitos parabéns aos pombinhos e que continuem a ser muito felizes!
Bjs,
M. Céu

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

Olá Querida Cassilda
Como o tempo nesta altura do ano não é muito, tenho de antecipar as minhas Boas Festas para vocês, sei que para a semana não o poderei fazer.
Feliz Natal e um Excelente 2011
Beijocas ENORMES
Ho Ho Ho Ho
Ana Zuzarte

artes_romao disse...

boa noite,td bem?
que mensagem mais bonita...heheh.
felicidades e tudo de bom para ambos.
fiquem bem,jinhos***

Coisas de Mulher disse...

Olá Cassilda!
Que história linda, parabéns aos aniversariantes!
Um Feliz Natal e um 2011 cheio de coisas boas :))
Beijinho grande!
Helena :D

Teresa disse...

Lá venho eu atrasada como sempre!...
Mas para ler esta linda história é sempre boa hora!...
PARABÉNS, parabéns para os dois, mas uns especiais para quem sabe contar com tanto carinho esta linda história de Amor!...
E porque estamos mesmo quase no Natal, deixo os meus votos de uma Santa Quadra para toda a família, cheia de Paz, Amor e SAúde.
Mil beijos com muito carinho
Teresa

Mary disse...

Olá amiga,
Como sempre eres uma querida, grata pelas tuas visitas.
Fica aqui um beijão e votos de um feliz fim de semana.

Cidinha disse...

Caassilda querida,

Organiza o Natal

Carlos Drummond de Andrade


Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

E será Natal para sempre.

Com meu carinho e profundo respeito pela pessoa que é, desejo a você e toda tua familia, um Natal repleto de bençãos e um Ano Novo divino.

Beijos
Cidinha

Cidinha disse...

Caassilda querida,

Organiza o Natal

Carlos Drummond de Andrade


Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

E será Natal para sempre.

Com meu carinho e profundo respeito pela pessoa que é, desejo a você e toda tua familia, um Natal repleto de bençãos e um Ano Novo divino.

Beijos
Cidinha

Nile e Richard disse...

Pela luz que erradia a minha vida
Pela fé inabalada do meu coração
Pelas amizades que tenho tão queridas
Pelo amor a paz e a emoção
Que o Natal seja um símbolo de amor e paz no coração de todo mundo!!! Um Feliz Natal repleto de harmonia e votos de feliz ano novo.
Bjtos.Nile.

CARPE DIEM disse...

Adorei este post Cassilda!!! Muitos parabéns aos dois e espero que tenha passado um Natal muito feliz junto do seu 'velho' e dos seus pirralhos!!! Bjs grandes e fico a aguardar como sempre a sua visita simpática, gosto muito de a ver pelo meu cantinho ;o)) Bjs!